Páginas

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Ela não existe


Diversas vezes me peguei fora de órbita questionando, “Porque a babá perfeita não existe?”.  Aconteceu comigo e certamente acontece com quem também utiliza este recurso. Há quem fuja disso, há quem não confie, há quem julgue como tereceirização, há quem não aceite o fato de precisar de ajuda, mas fazendo uma auto-avaliação de minha vida materna (percepção muito pessoal), settei meus eixos para aceitar que sim, eu preciso de ajuda e que não, ela não está me substituindo. 

Pensando cá com meus botões, chego à conclusão de que a perfeição não existe, não por falta de competência, não por falta de confiança e sim para não criarmos dependência deste recurso.  Afinal, quem nunca levou um toco no dia daquela reunião importante e teve que arrumar uma desculpa no trabalho? Se você já passou por isso, toca aqui! Tamu junto nessa luta! 

Atire a primeira chupeta, quem nunca sonhou com uma Mary Poppins?
Meus pensamentos fora de órbita me levam à crer que ela não existe porque...

...quem deve ajudá-los a fazer o dever de casa, sou EU.
...quem deve cantar, ler histórias, estabelecendo nosso elo na hora de dormirem, sou EU.
...quem deve dar banho orientando a dizer a anatomia do corpo (Agora lava o bumbum) , sou EU.
...quem deve garantir que as noções de higiene estão claras para eles, sou EU.
...quem deve dizer "por hoje chega de TV", sou EU.
...quem deve  cuidar do piu-piu para não dar Fimose, sou EU.
...quem deve decidir até quando existirá pepê na hora de dormir, sou EU.
...quem deve perceber o melhor momento para o desfralde, sou EU.
...quem deve dar exemplo comendo frutas e vegetais, sou EU.
...quem deve ensiná-los bons modos à mesa, sou EU.
...quem deve ensiná-los que se sujar tem que limpar, sou EU.
...quem deve ensiná-los que cachorro não é AU-AU,  sou EU.
...quem deve dizer que eles não precisam de todos os brinquedos exibidos no D.Kids, sou EU.
...quem precisa mitigar qual deles é mais dependente ou carente, sou EU.
...quem deve decidir até quando iremos esterilizar as mamadeiras, sou EU.
...quem deve estabelecer regras, sou EU.
...quem deve trabalhar a educação doméstica, sou EU.
...quem deve monitorar a rotina, sou EU.
...quem deve segurá-los no colo em dia de vacina ou coleta de sangue, sou EU.
.... e pra finalizar, quem é insubstituível, sou EU.


Coisas muito simples e claras, inerentes ao nosso dia-a-dia materno, porém , levou um tempinho pra ficha cair por aqui. Hoje posso dizer que os papéis e responsabilidades estão muito bem definidos para que ninguém fique fora do eixo. E melhor, sem a sensação de terceirização. Culpa zero.

Como foi com vocês?

Ju
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

Suzana Lira disse...

Não tenho bbs, só uma sobrinha linda que amo demais e me descobri a tia mais babona do planeta rsrsrs....

Mais posso dizer?!

Concordei com toda sua reflexão.


Beijos

A mãe mais feliz do mundo ! disse...

kkkk....
amei!
faço das suas palavras as minhas.

Rosana trimãe disse...

Olá Jú.
Ter baba é realmente complexo, eu tenho duas e elas me ajudam muito, mas assim como vc sei das minhas responsabilidades.

bejus e tudo de bão.

Jú Usui disse...

Obrigada Suzy!

Manuela Souza Leite disse...

amei sue blog

Postar um comentário

Obrigada por sua visita!!!
Deixe seu comentário ou envie email para: julia.hipolito@gmail.com
(Aviso: propagandas/anúncios de vendas não serão publicados, sorry)

Seja bem vindo!

Este blog foi criado com a intenção de compartilhar as experiências de uma Mãe de Gêmeos de primeira viagem. Aproveitando o embalo para o acompanhamento da família e amigos nesta maratona!!!

Volte sempre ...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...